Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Bem vindo ao MuArq/SEARQ/CCE/PROECE...

O Museu de Arqueologia da UFMS (MuArq) apresenta os resultados das pesquisas arqueológicas desenvolvidas em Mato Grosso do Sul nos últimos 30 anos. O acervo exposto comprova os diferentes grupos […]

» Espaço Lúdico-Pedagógico

A INSTALAÇÃO DO ESPAÇO LÚDICO-PEDAGÓGICO DO MuArq

 IMG_0180

              O desenvolvimento das atividades de divulgação científica no MuArq, abrangendo apresentação de audiovisual no auditório do museu, seguida de visita monitorada à exposição de longa duração abrangeram, até o ano de 2012, um total de 11.229 pessoas, predominantemente grupos escolares. Observou-se que os alunos ansiavam por contatos tácteis com as peças arqueológicas e que uma aproximação aos procedimentos da pesquisa aproximaria os alunos ao tema, inclusive quiçá estimulando vocações científicas. De acordo com Paulo Freire, a leitura do mundo e a expressividade constituem-se em necessidades essenciais do ser humano,

              Por meio da expressão, os alunos têm ampliadas as perspectivas de observação do acervo cultural estadual, identificando com maior profundidade as características culturais regionais, conforme preconiza a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei N° 9.394/96). Isso também se aplica à descoberta do conhecimento arqueológico, relativo às populações pretéritas que habitaram a atual área estadual, apresentado no MuArq.

              Ao mesmo tempo, conjugando referências ambientais e culturais pretéritas, o MuArq constitui-se num ambiente estimulador da reflexão interdisciplinar, numa transversalidade de temas que sinaliza  a pluralidade cultural e ambiental, conforme o que preconizam os Parâmetros Curriculares Nacionais do MEC.

              Dessa forma, visando-se o exercício da expressividade do público estudantil, notadamente do ensino fundamental, foi instalado o Espaço-Lúdico-Pedagógico do MuArq. Ilustrado por pinturas e fotos adesivas relativas às características ambientais e culturais, esse espaço foi dividido em dois segmentos: 1-povos caçadores-coletores pré-históricos; 2-povos agricultores ceramistas pré-coloniais.

              As perspectivas interativas no local abrangem: uma área de escavação arqueológica (estrutura preenchida com areia lavada, dentro da qual se encontram peças líticas, cerâmicas e carvões), além de mesas e cadeiras para utilização de carimbos de grafismos rupestres e cerâmicos arqueológicos, para pintura. A atração que o espaço exerce sobre o público infantil é visível e inquestionável, porém observa-se que seria mais plenamente estimulador ao conhecimento científico se houvesse um vídeo introdutório à atividade nessa área, inclusive com linguagem em libras, pois o MuArq também recebe público com necessidades especiais. Tal demanda motivou a produção de um vídeo de animação com libras apoiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).