Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

» A Criação e os Objetivos do MuArq

               Tendo-se em vista o resultado das pesquisas arqueológicas realizadas havia 20 anos, no Estado de Mato Grosso do Sul, pela equipe do Laboratório de Pesquisas Arqueológicas (LPA/DHI/CPAQ/UFMS), esta unidade motivou a criação, no ano de 2006, do Museu de Arqueologia da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (MuArq).

              O MuArq foi instituído conforme as Instruções de Serviço da Pró-Reitoria de Planejamento, Orçamento e Finanças n° 125/2006, de 03/08/2006, e n° 184, de 06/10/2006, como unidade com status de Divisão da UFMS, vinculada à Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação. O MuArq foi implantado por meio da Resolução n° 53 de 27/09/2006, do Conselho Universitário da UFMS. Este Conselho, por meio da Resolução n° 54 de 27/09/2006, homologou os objetivos do MuArq:

I – coletar a analisar dados arqueológicos na área da pré-história, etnologia e história do Estado de Mato Grosso do Sul, com vistas à reconstituição e compreensão da ocupação do espaço regional pelo homem em seus diferentes sistemas culturais;

II – cadastrar e providenciar junto ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) o registro dos Sítios Arqueológicos do Estado, como patrimônio da União, bem como colaborar na sua preservação;

III – conservar o acervo arqueológico recolhido, com critérios científicos e museológicos, e torná-lo acessível a estudos e pesquisa;

IV – realizar exposições didáticas de parte do acervo, como instrumento de divulgação, educação científica e preservacionista;

V – manter intercâmbio com instituições similares com vistas à divulgação recíproca de informações e atualização científica;

VI – constituir banco de dados científicos auxiliar à pesquisa mediante biblioteca especializada, mapoteca, litoteca, coleções de esqueletos animais, coleções etnográficas, etc.;

VII – oferecer apoio a programas de pesquisa e extensão universitária e a cursos de graduação e pós-graduação;

VIII – preservar e assessorar a Instituição, quando solicitada, em situações de natureza legal, como “EIA/RIMAs”, litígios em áreas indígenas, salvamento arqueológico, preservação de imóveis de valor cultural e/ou histórico, etc.;

IX – adquirir e/ou receber doações de coleções particulares;

X – publicar os estudos realizados em periódicos próprios e/ou de outras instituições;

XI – viabilizar recursos e propor a celebração de convênios relacionados à área de atuação;

XII – organizar e desenvolver cursos informais voltados para a divulgação do conhecimento científico e técnicas de curadoria e conservação de acervo museológico, bem como programas de educação patrimonial;

XIII – desenvolver outras atividades dentro de sua área de atuação.

              O MuArq é uma unidade institucional de caráter permanente, sem fins lucrativos, datado de uma estrutura organizacional que lhe permite garantir um destino unitário a um conjunto de bens culturais e valoriza-los através da investigação, incorporação, inventário, documentação, conservação, interpretação, exposição, com objetivos científicos, educativos e lúdicos, e facultar o acesso regular ao público e fomentar a democratização da cultura, a promoção da pessoa e o desenvolvimento da sociedade.

              Todo o processo de origem, criação, implantação e consolidação do MuArq foi desenvolvido sob a gestão do Prof. Dr. Gilson Rodolfo Martins, Chefe de Divisão desse Museu até 11/10/2013. Atualmente essa atividade é de responsabilidade da Profa. Dra. Emília Mariko Kashimoto.